no comments

Pedri defende aporte financeiro às comunidades terapêuticas

DSC05876Ao apoiar a manifestação do vereador Eugênio Juraszek para aporte público ao atendimento às crianças com ecoterapia, Jair Pedri mencionou visita que fez à Casa de Apoio Padre Aloísio Boeing. E que, apesar do trabalho desenvolvido, não recebe incentivo por parte do poder público.

Segundo ele, hoje a casa abriga 19 pessoas em tratamento, sendo que há vagas em aberto. “Como se Jaraguá do Sul não tivesse demanda para isto. E por quê? Porque exige custo”, comentou Pedri, sugerindo que se promova a discussão de modo a viabilizar parcerias entre iniciativa pública e privada.

Para ele, é uma incoerência serviços deste tipo não receber investimento pela Prefeitura enquanto inúmeras entidades são decretadas de utilidade pública, com aprovação da Câmara de Vereadores.

“Quero deixar registrado e quem sabe junto com estes inúmeros reconhecimentos de utilidade pública possamos ajudar a viabilizar a documentação necessária e tornar também de utilidade pública as comunidades terapêuticas, para que amanhã ou depois possam ser beneficiadas pelo poder público”, concluiu.

O vereador João Fiamoncini informou que nos próximos dias a Prefeitura deve concluir um levantamento justamente com o intuito de firmar convênios com estas casas.