no comments

Tenente coronel Vonk explana sobre ‘Cidadão da Paz’

 Atendendo solicitação do vereador Jair Pedri, os legisladores jaraguaenses receberam, na sessão ordinária de terça-feira (29/09), o tenente-coronel Rogério Vonk, comandante do 14º BPM, e o tenente Antônio Benda, coordenador do projeto Cidadão da Paz, para discorrer sobre a iniciativa.

Vonk esclareceu que o projeto foi idealizado ainda durante o comando do tenente-coronel José Luiz Gonçalves da Silveira. “Nós procuramos dar seguimentos a todos os projetos quando assumimos o comando em fevereiro”, explicou. O Ministério Público e o Poder Judiciário, em parceria com a Associação dos Conselhos de Segurança (Conseg) atenderam ao pedido do 14º batalhão e liberaram a verba para prosseguir com as atividades. “Depois do repasse, começamos a elaborar o conteúdo do projeto e assim divulgá-lo nas escolas e no município”, relatou. O público é voltado para adolescentes de 14 a 16 anos e as três palavras-chave que envolvem a iniciativa são respeito, limites e cooperação. “Os nossos colaboradores procuram passar para os alunos em sala de aula que eles são responsáveis por tudo que acontece ao redor e na sociedade”, contou Vonk.

Segundo o tenente Benda, coordenador e um dos professores do projeto, a palestra parte do princípio que cada indivíduo busca ser cidadão da paz. “A partir do cidadão de paz, nós professores seguimos um raciocínio para chegar até as três palavras-chave expostas pelo tenente-coronel Vonk”, explicou.

O projeto passará por 10 escolas, nas turmas de 9º ano do ensino fundamental. O vereador Jair Pedri destacou a importância do respeito como uma das três palavras-chave do projeto. “Tudo parte do respeito com o próximo”, declarou Pedri. Segundo o vereador, a educação vem de casa e o conhecimento é colhido na escola com esses projetos. “Deixo aqui a minha saudação e os parabéns para o 14º batalhão pela iniciativa”, agradeceu.

O vereador Amarildo Sarti destacou a importância da Polícia Militar em desenvolver projetos com o teor de transformação. “É enorme o peso de uma instituição como essa ser um agente de transformação”, declarou o vereador. “Nós precisamos dar apoio para esse tipo de projeto para que a sociedade conquiste um novo ritmo de mudanças.”

O vereador Jeferson de Oliveira parabenizou o 14º BMP pela iniciativa. “Esse projeto é uma forma de prevenir futuras ações de punição que são tomadas hoje pela polícia”, afirmou.

A presidente da Casa, vereadora Natália Lúcia Petry destacou que tudo se transforma pela educação. “Essa educação começa em casa e precisa ser resgata para que os problemas sociais presentes em nossa sociedade sejam reduzidos. A Polícia Militar busca esse resgate através do projeto Cidadão da Paz”, afirmou a presidente. Natália reforçou a importância da presença da família cumprindo o seu papel de educador para que a escola e outras iniciativas possam cumprir com os seus objetivos. Ela também ressaltou a participação da Polícia Militar na ação conjunta com a Prefeitura sobre conscientização do trânsito.

Rogério Vonk agradeceu a oportunidade de apresentar o projeto e destacou a importância de reconhecer o policial como agente transformador. “É isso que eu tento repassar aos policias, já que esse poder transformador pode fazer a mudança necessária”, finalizou.