no comments

ADVOGADOS RENUNCIAM À MISSÃO DE DEFENDER PREFEITA NA COMISSÃO PROCESSANTE

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d77546-d167-54a8.jpg[/img]

Os advogados Jaisson José da Silva e Edson Colombo, ambos da Colombo e Silva Advogados Associados, de Lages, renunciaram ao trabalho de assessoria jurídica que vinham prestando para a prefeita Cecília Konell, que é alvo de investigação na Comissão Processante da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul.
A prefeita é uma das três pessoas denunciadas por suposta improbidade administrativa no uso do Programa de Refinanciamento (Refis) do município, juntamente com o seu marido, o ex-prefeito e ex-secretário Ivo Konell, que teria se beneficiado do programa para o pagamento de uma dívida de quase uma década, e o ex-procurador-geral Volmir Elói. A decisão dos advogados foi comunicada por meio de ofício protocolado na Câmara na última sexta-feira, dia 14 de maio, às 9h47.
Reunidos no início da tarde desta segunda-feira, os vereadores Lorival Demathê (PMDB), presidente da Comissão Processante, mais o relator Justino da Luz (PT) e o membro Jaime Negherbon (PMDB), juntamente com a assessoria técnica e jurídica da Casa, discutiram o enfoque dos questionamentos que devem ser feitos para as três testemunhas que devem depor na tarde desta terça-feira, com início previsto para às 14 horas.
Segundo a ordem prevista para os depoimentos, devem ser questionados o diretor de Tributos e Fiscalização da Prefeitura, Milton Pereira Júnior; a advogada concursada da Prefeitura Carla Pereira Fischer; e o ex-controlador e atual secretário da Fazenda, José Olívio Papp. O presidente da comissão estabeleceu um prazo de cerca de 40 minutos para cada depoimento.
As testemunhas podem comparecer acompanhadas de advogados e, além das perguntas feitas pelos vereadores da comissão, podem responder a perguntas feitas por seus advogados, se estes assim o desejarem, e pelos três investigados, se os mesmos acompanharem os depoimentos e manifestarem o desejo de fazerem questionamentos.
A tomada dos depoimentos será transmitida ao vivo pela TV Câmara, canal 27.

Jornalista responsável: Rosana Ritta – Registro profissional: SC 491/JP