no comments

Plenário rejeita aumento do IPTU em votação final

Modificando o resultado da primeira votação, o plenário da Câmara rejeitou o aumento dos valores venais para fins de lançamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). A proposta do Executivo pretendia um reajuste da Planta Genérica de Valores em 5,98%, correspondente à recomposição da inflação no período apurado – de novembro de 2011 a outubro de 2012.

Na sessão de ontem, 20, em segunda discussão e votação, o projeto recebeu votos contrários dos vereadores Ademar Winter, Amarildo Sarti, Celestino Klinkoski, Jaime Negherbon, Lorival Demathê e Natália Lúcia Petry. Favoráveis somente Ademar Possamai, Jean Leutprecht e Justino da Luz.

Já a concessão de desconto sobre o valor do IPTU foi aprovada em segunda votação por unanimidade. O texto estabelece desconto de 12% para os contribuintes adimplentes com o município até 31 de dezembro de 2012. Além do benefício, o contribuinte que optar pelo pagamento à vista receberá desconto de 18%, perfazendo, assim, um total de 30% de desconto.