no comments

Aprovado em 1ª discussão PL que reconhece de utilidade pública Rede Saúde do Homem

Os vereadores aprovaram por unanimidade em 1ª votação, na sessão ordinária desta quinta-feira, 30, o PL nº 40/2017, de autoria dos vereadores Pedro Garcia e Ronaldo de Souza (Magal), que reconhece de utilidade pública a Associação Rede Nacional Masculina de Prevenção e Combate ao Câncer – Rede Saúde do Homem.

O projeto Rede Saúde do Homem foi criado em agosto de 2013 através de uma assembleia geral. Teve como idealizador o economista Antônio Marcos de Souza que inspirou-se no trabalho já executado à época pela Rede Feminina de Combate ao Câncer.

A elaboração do projeto levou em conta os dados estatísticos do Instituto Nacional do Câncer que apontavam cenário desfavorável no que diz respeito a atenção à saúde do homem.

A ideia central desta iniciativa, pioneira no Brasil, é lançar em todo o país um trabalho de educação quanto aos cuidados preventivos da saúde dos homens. Para isso, a Rede, com parceria de instituições públicas e privadas quer desenvolver ações de orientação e informação sobre prevenção, através dos seguintes programas:

 

– Programa Saúde na Periferia e na Área Rural

– Programa Saúde do Trabalhador

– Programa Saúde do Empreendedor

– Programa Envelhecimento com Saúde

– Programa Juventude com Saúde

– Programa Ações Educativas e Culturais nas Escolas

– Programa Prevenir desde a Concepção

– Programa Rede de Informações sobre Saúde do Homem

– Programa Prevenção à Acidentes

– Programa Prevenção ao Uso de Drogas Lícitas e Ilícitas

– Programa Expansão da Rede Saúde do Homem

O idealizador da Rede, Antônio Marcos de Souza, reforça que o foco é promover a qualidade de vida e o envelhecimento saudável para a população masculina.