no comments

Notas da Câmara 24/09/15

ABRIGOS DE PASSAGEIROS
Sessão Ordinária 014O vereador Jair Pedri (PSDB) usou o espaço da Ordem do Dia para comentar as indicações de autoria de Eugênio Juraszek, que tratam da instalação de abrigos de passageiros na região da Malwee, Parque Malwee, Jaraguá 99, Jaraguá 84 e extensão da Rua Bertha Weege. Disse que seu gabinete estava fazendo um levantamento para indicar ao município as trocas dos abrigos daquela região. “Esta questão dos abrigos de passageiros é muito solicitada por munícipes e muito debatida aqui nesta Casa”, considerou. Pedri solicitou ao vereador Eugênio Juraszek a permissão para incluir seu nome junto as 11 indicações que tratam do tema. “Como também estávamos fazendo este trabalho pelo gabinete, que gentilmente o senhor permita a inclusão do meu nome”, solicitou. O vereador Juraszek consentiu com o pedido e as indicações levarão as assinaturas dos dois parlamentares. “Com certeza iremos incluir, pois estamos com a missão de defender a comunidade”, exclamou. Juraszek disse ainda que “os abrigos de passageiros servem para a proteção dos munícipes e devem ser instalados dos dois lados da rua”, finalizou.

CONSELHO TUTELAR
Sessão Ordinária 080Jeferson de Oliveira utilizou a tribuna para fazer manifestação em relação a nova forma de votação do Conselho Tutelar de Jaraguá do Sul. Ele comentou que essa votação por sufrágio foi definida neste ano e o é voto facultativo. O vereador demonstrou preocupação com o local definido para o pleito, que é no ginásio Arthur Muller. “Este ponto é fora de mão para muitas pessoas que pretendem votar. Se um munícipe do Alto Garibaldi pegar o ônibus num domingo de manhã, o seu retorno será somente a tarde devido aos horários dos ônibus”, exemplificou. Ele diz entender que esta é a primeira eleição nesta modalidade, mas que essa questão do local de votação deve ser revisto para a próxima eleição do Conselho Tutelar. Sugeriu que existam urnas nos bairros mais distantes do centro, oportunizando que as pessoas possam votar. “A falta destas urnas pode prejudicar os candidatos, pois moradores destas regiões querem votar e não conseguirão”, encerrou.

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
Sessão Ordinária 122A presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, Natália Lúcia Petry (PMDB), comentou sobre o ofício do Ministério Público que afirma o cumprimento do legislativo municipal frente a Lei de Acesso à Informação. “O documento que recebemos aponta que a Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul cumpre com todos os requisitos da Lei de Acesso à Informação”, afirmou. No início do ano, o legislativo jaraguaense recebeu proposta de Termo de ajustamento de conduta (TAC), para a adequação à legislação. “Não assinamos o TAC, nem foi aberto e nossa equipe se comprometeu em fazer o que era preciso para cumprir a Lei. Pois hoje recebemos a confirmação do MP que o legislativo cumpre todos os requisitos”, finalizou.

DIA DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES
A presidente também enalteceu na sessão de quinta-feira (24/09) sobre a blitz que marca a conscientização ao Dia de Combate à Violência Contra Crianças e Adolescentes. O ato aconteceu na tarde do dia 24 e foi capitaneada pela Secretaria da Assistência Social de Jaraguá do Sul. “Esta ação é alusiva ao dia 24 de Setembro, Dia Estadual de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infanto-juvenil. Mobilizou 51 funcionários dos Centros de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) da Vila Baependi e Tifa Martins. Todos com camisetas da campanha e distribuíram folders que abordam o tema em ruas centrais da cidade”, explicou. O objetivo é sensibilizar, informar e romper com os ciclos de violências e os pactos de silêncio acerca da violência e exploração sexual contra crianças e adolescentes. A presidente ressaltou que no ano de 2014 foram 126 casos de crianças e adolescentes abusados dentro das próprias famílias e até o momento, em 2015, já são mais de 100 novos casos. “Quem identificar situações desta natureza, façam a denúncia no disque 100, pois é a ferramenta para que os profissionais possam apurar estas situações e encaminhar aos órgãos competentes”, finalizou.