no comments

NOTAS DA CÂMARA – SC-110, 12a Região de PM e Projeto Sanear

Estes foram alguns dos assuntos abordados na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul na sessão ordinária desta terça-feira (28).

 

EXTINÇÃO DA SECRETARIA DA FAZENDA

Os vereadores Jaime Negherbon, Anderson Kassner e Eugênio Juraszek criticaram a decisão do Governo do Estado de fechar a unidade da Secretaria da Fazenda em Jaraguá do Sul. A unidade é uma das 11 que terão as atividades encerradas em todo o estado. Negherbon afirmou que será um retrocesso, pois Jaraguá voltará a depender do órgão em Joinville, que é uma cidade de grande porte e com uma demanda gigantesca. A espera pela liberação de documentos será enorme, segundo ele.

Kassner lembrou que o argumento utilizado pelo Governo Estadual é o da economia, mas assegurou que o contingenciamento de gastos neste caso será pífio perante a utilidade que o órgão tem para a comunidade. Ele sugeriu que, se o governo decidir de fato extinguir a unidade, que pelo menos deixe alguns funcionários em Jaraguá do Sul para que possam atender a demanda do município.

Juraszek convocou os empresários e lideranças da região para que um movimento seja feito contra essa decisão. Ele lembrou que na Secretaria são realizados atendimentos com relação a IPVA, ICMS e outros impostos estaduais. O parlamentar afirmou que é uma vergonha para o município esse tipo de retrocesso.

 

CONCESSÃO PARA IGREJA

Eugênio Juraszek comemorou a parceria firmada entre a Igreja Santa Cruz e a Prefeitura de Jaraguá do Sul para a concessão de um terreno próximo à entidade. A igreja, que fica no Garibaldi, será responsável pelo local durante os próximos dez anos. Juraszek lembra que todos os anos a comunidade encontrava dificuldades para realizar a Festa do Aipim nas dependências da igreja por conta da falta de documentação a ser apresentada ao Corpo de Bombeiros para liberação do evento.

 

PAVIMENTAÇÕES DE RUAS

Celestino Klinkoski agradeceu ao setor de Obras da Prefeitura pela pavimentação e pintura da Rua Irineu Franzner no bairro Tifa Martins. Klinkoski lembra que a obra foi uma luta de vários vereadores e da população do local por muito tempo.

Arlindo Rincos também comemorou a pavimentação da Rua Leodato José Garcia no bairro Ribeirão Cavalo, uma demanda muito antiga da comunidade, conforme sua explicação. Rincos salientou que é uma rua muito movimentada e com passagem de ônibus.

 

BEBEDOUROS EM LOCAIS PÚBLICOS

Rincos também pediu ao presidente do Samae, Ademir Izidoro, que a autarquia instale bebedouros em outros locais da cidade. O parlamentar afirma ter visto bebedouros novos no Parque de Eventos e na Prefeitura, mas pede que outros equipamentos sejam instalados nas academias públicas, no terminal de ônibus e no Ginásio Arthur Müller.

O vereador Ronaldo Magal complementa o pedido lembrando que, já que o Samae agora é responsável também pela coleta de lixo, é preciso trocar e instalar novas lixeiras na cidade. Magal lembra que o número de profissionais que varrem as ruas de Jaraguá do Sul foi diminuído nos últimos meses e que a população precisa de novas lixeiras para evitar que o lixo produzido seja jogado no chão.

 

ENTREGA DA RODOVIA SC-110

Os vereadores Jaime Negherbon e Arlindo Rincos comentaram a entrega da revitalização da rodovia SC-110 pelo governador Raimundo Colombo. O evento aconteceu na manhã do sábado (25) na entrada da cidade, no bairro Rio Cerro I. Negherbon ressaltou que na região onde se localiza a rodovia há muitas indústrias e que muitos funcionários dessas fábricas utilizam a via para ir e voltar do trabalho.

Rincos ressaltou a beleza da obra e afirmou que Jaraguá agora tem um portal de entrada muito mais bonito depois da revitalização.

 

CRIAÇÃO DA 12a REGIÃO DE PM

Os vereadores Marcelindo Gruner, Arlindo Rincos e Anderson Kassner celebraram a criação da 12a Regional de Polícia Militar, também assinada pelo governador Raimundo Colombo e pelo secretário de Segurança Pública, César Grubba, no sábado (25). Gruner disse estar contente com a nomeação do coronel Amarildo Alves para o comando da Regional. Ele salienta que Alves já é um grande conhecido dos jaraguaenses por ter comandado o 14° Batalhão de PM.

Kassner celebrou o fato de que a região do Vale do Itapocu agora poderá ter um efetivo muito maior de policiais e um reforço nos equipamentos, dando mais segurança aos moradores.

Arlindo Rincos recordou o caso do taxista jaraguaense assassinado que teve o carro roubado e o corpo encontrado na cidade de Garuva, no norte do estado. Rincos espera que com a 12a Regional esse tipo de crime seja inibido.

 

PROJETO SANEAR

Marcelindo Gruner ainda ressaltou a assinatura do Projeto Sanear, que levará 180 kits de saneamento básico para agricultores do município. O projeto inclui a entrega de caixas de gordura, fossa séptica e filtro anaeróbio que custarão ao Governo do Estado R$ 300 mil. Gruner adverte que essa é uma reivindicação de muitos anos dos produtores rurais. Ele afirma que não adianta o município tratar 80% do esgoto da cidade se não der atenção ao meio rural, pois é neste que se encontram as nascentes e mananciais que levam água aos nossos rios.

 

AUDIÊNCIA SOBRE O MARUIM

Eugênio Juraszek agradeceu a todos que participaram da audiência pública sobre o combate ao maruim, realizada no auditório da Amvali na noite dessa segunda-feira (27). O vereador enalteceu o trabalho do pesquisador Luís Américo e afirmou que, das deliberações que surgiram na audiência, a criação de um laboratório para combate ao mosquito foi a mais interessante e a que pode dar mais resultados. Juraszek afirmou que o trabalho irá continuar e que outras audiências públicas serão realizadas para discutir o tema.

Anderson Kassner parabenizou o parlamentar pelo empenho nesta questão e lembrou que o setor mais prejudicado com o maruim é o turismo.

 

DESCENTRALIZAÇÃO NO SETOR DE OBRAS

Kassner também voltou a cobrar a descentralização do setor de Obras da Administração Municipal. Segundo ele, as máquinas e caminhões têm jornada de trabalho de 8 horas diárias, mas que a carga horária efetiva não passa de 4 ou 5 horas por conta do tempo perdido na locomoção entre a Secretaria de Obras e os locais onde serão realizados os trabalhos. O vereador afirma que o sistema tem que mudar e sugeriu alguns terrenos da Prefeitura no Garibaldi, no Nereu Ramos e em outros bairros para estacionar as máquinas e permitir que os deslocamentos não sejam tão longos como são atualmente. Kassner ainda avisa que continuará a trabalhar por essa descentralização. “O ganho de eficiência no serviço será enorme”, completa.

 

A sessão completa está no canal da Câmara no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=kDgaTvNgswQ