no comments

Pedri apresenta moção de apoio

Sessão Ordinária 135 O vereador Jair Pedri teve Moção de Apoio de sua autoria, aprovada na sessão ordinária de quinta-feira (17/07). A matéria que recebeu nove votos respalda as reivindicações dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que estão em greve desde o início de julho.

De acordo com o parlamentar, “nos últimos meses o Brasil tem sido tomado por uma série de movimentos grevistas, em diferentes setores do funcionalismo público. São trabalhadores de universidades e escolas públicas, Polícia Civil, transporte público, poder judiciário, Polícia Federal e Rodoviária Federal e, mais recentemente, do INSS, que decidiram cruzar os braços em busca de melhores condições de trabalho”.

Citou que em Santa Catarina a greve dos professores das escolas estaduais comprometeu as férias de julho dos estudantes. A paralisação parcial do poder judiciário e dos oficiais de justiça resultou no atraso no cumprimento de mandados e cancelamento de audiências. Pedri também citou as greves dos Correios, da justiça federal e do IFSC. Disse que apesar dos transtornos que as paralisações causam, não se pode negar a legitimidade desses movimentos, deflagrados num momento em que o povo brasileiro desperta para uma realidade social e econômica mascarada durante o período eleitoral.

“Chama a atenção o fato de que as reivindicações dos servidores dos diferentes setores se repetem. Os movimentos não estão amparados em pretensões salariais ou interesse exclusivo do funcionalismo público. Exemplo disso são os fundamentos da greve do INSS”, exclamou o vereador.

Jair Pedri contou que na semana que passou foi procurado por servidores do INSS de Jaraguá do Sul que relataram uma série de dificuldades enfrentadas diariamente no exercício de suas funções. “São procedimentos administrativos burocráticos, sistemas operacionais lentos e limitados, aumento contínuo da demanda, falta de peritos médicos, servidores, entre outros”, pontuou. Ele salientou ainda que o reflexo disso são longas filas de espera, decisões administrativas equivocadas, servidores doentes afastados para tratamento e trabalhadores mal atendidos e insatisfeitos.

Ao finalizar, o vereador disse que apresentou a Moção de Apoio as reivindicações dos servidores do INSS pelas razões apresentadas e que este documento vem reforçar a mobilização dos funcionários públicos da instituição.