no comments

Rejeitado empréstimo no BRDE

Na sessão extraordinária realizada na segunda-feira (21/12), antes da eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores dois projetos constavam na pauta. O Projeto de Lei Complementar nº 14/2015, recebeu pedido de vistas do vereador Pedro Garcia e será votado na terça-feira (22/12). A matéria altera dispositivos da Lei Complementar nº 001/1993, que dispõe sobre o código tributário no município de Jaraguá do Sul.
Já Projeto de Lei Ordinária (PLO) nº 211/2015 foi rejeitado com cinco votos. A matéria autorizaria o executivo a aderir ao Programa BRDE MUNICÍPIOS e tomar empréstimo até o montante de R$ 8.000.000,00. O líder do governo, vereador Pedro Garcia, explicou que o projeto trata de pedido de autorização para contratação de Operação de Crédito no valor de oito milhões de reais, referente a proposta do Programa BRDE MUNICÍPIOS. Do total, cinco milhões seriam destinados a obras de pavimentação e recapeamento de vias estruturais e três milhões aplicados no Programa de Modernização da Administração Tributária.
Os vereadores contrários justificaram o voto por discordarem da aplicação de R$ 3 milhões para informatização da administração, enquanto outras áreas essenciais estão carentes de recursos.