no comments

CONTABILISTAS DA REGIÃO TÊM TRABALHO RECONHECIDO

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d775d3-5890-e33b.jpg[/img]
[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d775d3-5865-4b06.jpg[/img]
[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d775d3-5834-774b.jpg[/img]
A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul realizou, na última quinta-feira (29), uma homenagem aos 30 anos de fundação do Sindicato dos Contabilistas de Jaraguá do Sul e Região (Sindicont). A solenidade contou com a presença de todos os ex-presidentes que fizeram parte da história da entidade. Ilário Bruch, presidente do Sindicont por mais de 13 anos, foi o escolhido pelos colegas para receber o reconhecimento do Legislativo.
O vereador Francisco Alves (PT), propositor da solenidade, ressaltou a importância do reconhecimento à classe contabilista. “É através da contabilidade que se consegue a transparência dos resultados, seja na iniciativa pública ou privada”, frisou. O petista afirmou que o trabalho feito durante as três décadas de existência do sindicato foram construídos formando frutos. “Três décadas já é motivo justificável para comemoração e prova que estão no caminho certo”, sintetizou.
Bruch comentou que seu trabalho dentro do Sindicont não foi difícil, pois contou com o trabalho de muitos colegas para conseguir as conquistas para a classe. Ele explicou que o sindicato serve para unir os profissionais da contabilidade e fazer com que juntos tenham uma voz mais ativa na sociedade. Ele explicou que Jaraguá mudou a filosofia da contabilidade, que passou de escritório para empresa. “Nós somos de uma empresa que ajuda a outros empresários e ajudamos para que eles possam administrar da melhor forma possível seus bens e seu patrimônio”, discursou.
A mensagem principal deixada pelo ex-presidente na solenidade foi de que a contabilidade é uma importante ferramenta de responsabilidade social. “O sindicato surgiu com a idéia de que os contadores e contabilistas se engajassem no setor público. Não para que tivéssemos uma interferência ou uma ingerência na administração pública, mas para que tivéssemos voz, para que tentássemos fazer alguma coisa para melhorar o controle das prefeituras, do Estado e da nação, mas para fazer com que a atividade do contador pudesse ser melhorada. Podemos dizer, sem modéstia, que isto começou em Jaraguá do Sul”, explanou Bruch.
Contou que sua carreira começou após um convite, quando tomava banho no alto da Barra do Rio Cerro. “Fui convidado a participar do desafio. Eu disse que no dia seguinte iria a Jaraguá”. Hoje, o contador é professor universitário (leciona no Centro Universitário de Jaraguá do Sul) e coleciona no seu currículo o trabalho feito em importantes empresas da cidade.
A atual presidente do Sindicont, Maria Terezinha de Ávila Bispo, recebeu a placa comemorativa aos 30 anos da entidade, que, segundo ela, foram construídos com muito zelo e responsabilidade. Ela agradeceu a todas as diretorias pelo trabalho desempenhado durante todo esse tempo. Ela esclareceu que este é um dos períodos mais conturbados do ano, pelo fato de ser véspera do fim do prazo para a entrega do imposto de renda, mas que a homenagem é uma honra para toda a categoria.
Ela compartilhou o crédito do trabalho com todos os funcionários e associados da entidade, que, segundo a presidente, se eles não poderia tocar o seu trabalho adiante. Ela agradeceu especialmente pelo trabalho realizado pelas secretárias da entidade. “Eu gostaria de reconhecer o trabalho das nossas secretárias, pois sem elas seria difícil fazer o trabalho que a gente faz”. No final, na troca de cumprimentos, os profissionais e os vereadores posaram para fotos para registrar o momento especial que os uniu.