no comments

Retirada de área de lazer


O vereador Francisco Alves (PT) manifestou, na sessão desta terça-feira, 7, preocupação com a retirada de área de lazer no bairro Ilha da Figueira. “Não podemos permitir que isto ocorra. Esta área foi uma conquista da comunidade”, declarou, informando que conversará com o presidente da Fundação de Esportes, Márcio Feltrin, já que não obteve sucesso no contato realizado nesta data.

Para o vereador Jean Leutprecht (PC do B), responsável pela pasta na gestão passada, é importante que a Câmara se pronuncie oficialmente, solicitando informações sobre as áreas de lazer construídas, reformas promovidas e projetos futuros. A presidente Natália Petry (PSB), também integrante da administração anterior, disse que o espaço foi uma conquista da comunidade, sendo a única área do bairro. Informou que a obra foi entregue no fim da gestão passada, faltando construir o muro e colocar a rede. “Talvez foi mais fácil acabar com a área do que resolver o problema”, comentou a vereadora.

O líder de governo Ademar Possamai (DEM) disse que, segundo informações obtidas pela sua assessoria junto ao presidente da associação de moradores durante a sessão, o local é inapropriado, por ser em final de rua, com reclamações de baderna e uso de drogas. Mas que nesta quarta-feira, 8, vai verificar a situação e trazer informações precisas na próxima sessão.

O vereador Jean Leutprecht criticou a postura de demolir o espaço, “de uma hora para outra”, e defendeu que, da mesma forma quando se constrói, deve ser seguido os mesmos caminhos legais para demolir a área de lazer. “É recurso público investido e tenho preocupação grande”, frisou. A presidente colocou, ainda, que desconhecia o encaminhamento. “Ainda que tenha todos os problemas do mundo, a comunidade tem dois representantes diretos. Em nenhum momento, alguém veio conversar comigo”, disse.