no comments

ZÉ DA FARMÁCIA CONHECE REALIDADE DO BAIRRO AMIZADE

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d7778c-bda0-3526.jpg[/img]
O vereador José Ozorio de Avila, o Zé da Farmácia (DEM), passou boa parte da tarde de quarta-feira (dia 18 de março) percorrendo ruas do bairro Amizade, nas imediações do loteamento Goethen.
A decisão do vereador, de conhecer de perto os problemas que estão incomodando os moradores, aconteceu depois que o morador Juarez de Souza manifestou sua insatisfação e preocupação na sessão itinerante realizada na noite de terça-feira, na Sociedade Amizade.
A sessão envolvia dois momentos, o primeiro regimental de uma sessão ordinária, com apresentação e votação de projetos, requerimentos e indicações; e outro com homenagens aos 55 anos da sociedade e àqueles que ajudaram a construir sua sede e sua história.
Desconhecendo o regimento interno da Câmara, que regula o momento de manifestações públicas e externas – que cumprem um protocolo, em dado momento da sessão ordinária Juarez se levantou e desfiou uma lista de problemas que os moradores enfrentam diariamente.
Depois da sessão, alguns vereadores conversaram com o morador. Apesar dos vereadores estarem sempre lembrando à população que eles foram eleitos para fiscalizarem o Executivo, sugerirem obras e elaborarem e aprovarem leis, mas não têm poder de executá-las, Zé da Farmácia se comprometeu em conhecer os locais mais preocupantes.
E no dia seguinte acompanhou Juarez e o vizinho Eliomar Klein, ambos moradores da rua RI 169. Depois de percorrer várias ruas, a conclusão é que os principais problemas dos moradores, que habitam uma área cheia de recursos hídricos e em área mais baixa que a Cohab da Prefeitura e loteamentos que estão sendo construídos em volta, são as tubulações em diâmetros inadequados, que a cada chuva faz com que a água invada as casas. “Há casos absurdos de um tubo de um metro de diâmetro emendar em outro de 1,5 metro”, mostram Eliomar e Juarez.
O vereador Zé da Farmácia anotou uma série de indicações que deve encaminhar. Muitas outras indicações referentes foram aprovadas ainda na sessão itinerante. O presidente da Câmara, Jean Leutprecht (PC do B) pede um posto de saúde na Tifa Schubert, nas imediações do salão Amizade, bem como estudos para a construção de uma escola de ensino fundamental e de uma creche no local.
Jean também teve aprovada indicação pedindo a troca de tubulação por uma galeria na rua Ewaldo Schwarz, em frente à área de lazer, e na rua Francisco Dutra, após o Mercado Popular. Estes mesmos locais visitados pelo vereador Zé da Farmácia.
Outra preocupação dos moradores do bairro é a falta de acostamento na rua Roberto Ziemann, entre a empresa Moldemaq e a Escola Max Schubert, que tem mais de 500 alunos. A diretora, Julia Américo, diz que todos vivem uma preocupação constante, pois alunos da pré-escola ou que moram a menos de 3 km da escola não têm garantido o direito de transporte escolar. E são justamente estas crianças que sofrem com o risco de serem atropeladas, pois elas precisam se deslocar por uma estreita faixa de terra cheia de mato. “Procurei se havia alguma lei que dissesse se estas crianças que estão em situação de risco poderiam ganhar transporte escolar, mas não há”, lamentou a diretora.
Zé da Farmácia também deve pedir que seja colocada uma carga de macadame no ponto de ônibus do transporte escolar. Na foto, o vereador tenta encontrar tubulação tomada por matagal na rua 169.

[b] LEI ORGÂNICA DEVE ABRIR ESPAÇO[/b]
O presidente Jean Leutprecht informou que a partir da manifestação do morador, a Câmara deve promover uma mudança na Lei Orgânica criando um espaço para que a comunidade possa se manifestar, ordenadamente nas sessões itinerantes.