no comments

A PEREGRINAÇÃO POR BRASÍLIA EM BUSCA DE RECURSOS

O presidente da Câmara de Vereadores, Jean Leutprecht (PC do B), e o vice-presidente, Isair Moser (PR), estão retornando de Brasília, onde estiveram desde segunda-feira percorrendo ministérios e conversando com parlamentares da bancada catarinense no Senado e no Congresso Nacional, em busca de projetos para a região. “O deputado Claudio Vignatti (PT) foi um dos que nos recebeu e manifestou disposição em ajudar a região”, destacou Jean.
Ainda na manhã desta quarta-feira, em audiência com o ministro do Esporte, Orlando Silva, Jean conversou o sobre os programas sociais do município. “Vim tratar da questão do Segundo Tempo e, também, através da Lei de Incentivo, da implementação do centro esportivo municipal, com melhorias na pista de atletismo, também em parceria com o governo federal”, acrescentou.
O Segundo Tempo é um programa socioeducativo que promove a inclusão social por meio do esporte. Os estudantes contemplados têm um tempo extra após as atividades escolares normais para se dedicarem à prática esportiva. Ele é voltado para estudantes de escolas públicas e comunidades localizadas em áreas carentes.
O programa funciona por meio de parcerias firmadas entre o Ministério do Esporte e os governos estaduais e municipais, ONGs e entidades nacionais, internacionais, públicas ou privadas, sem fins lucrativos.
Jean disse que ficou surpreso ao verificar que a Prefeitura ainda não protocolou no ministério pedido para a renovação de convênio para este importante programa, para que o mesmo seja retomado ainda neste ano. O ministro disse para ele que assim que a Prefeitura encaminhar o pedido vai apoiar a iniciativa. “Não ter deputados em Brasília dificulta o pedido de recursos para nosso município”, lamentou Jean, ao constatar que quase não existem emendas ao orçamento para contemplar a região. Por isso considera importantes as presenças de prefeitos e vereadores em busca de recursos.
Na comitiva catarinense que se reuniu com o ministro Orlando Silva também estavam o prefeito de Corupá, Luiz Carlos Tamanini; o presidente do Clube de Trilheiros Bananalama, Samir Cill; e os empresários Robson Siqueira e Alisson Siqueira. O grupo apresentou projeto que pretende captar recursos por meio da Lei de Incentivo para realizar o 6º Encontro de Trilheiros Bananalama.
O grupo formado pelo Bananalama reúne cerca de 2 mil motociclistas em Corupá. Neste ano, a organização pretende bater o recorde de participantes e registrar o feito no Guinness Book. O prefeito Tamanini explicou que o encontro atrai participantes de todo o mundo. “Ele não promove só o município e o Estado, mas o País de uma forma geral”, disse.