no comments

CD MENSAGEIROS DA PAZ DÁ LARGADA A PROCESSO DE BEATIFICAÇÃO

O vereador Lorival Demathê (PMDB) informou que já estão à venda em livrarias religiosas, nas igrejas católicas da Barra do Rio Cerro e de Nereu Ramos e no Noviciado, o CD “Mensageiros da Paz”, que foi lançado no último sábado na comunidade de Nereu Ramos.
Mensageiros da Paz conta a história da vida do padre Aluísio Boeing, que faleceu há pouco mais de três anos. Ele informou que o objetivo do material é arrecadar recursos para a futura Associação Padre Aluísio, para quando após complementarem-se cinco anos da morte do padre possa ser dada a entrada no processo de beatificação do religioso. A iniciativa é dos padres e das irmãs do Sagrado Coração de Jesus.
Segundo o vereador, o lançamento do CD foi um momento histórico, com as presenças de centenas de pessoas, até mesmo de outros municípios, que pedem graças ao padre Aluísio. O vereador disse que um dos estímulos para o processo de beatificação é o depoimento de uma mulher que estava grávida e descobriu que a criança que esperava tinha um problema sério de saúde. Para salvá-la foi feita novena em nome do padre e quando a criança nasceu não tinha doença. “Claro que tudo isso precisa de estudos e confirmações científicas”, esclareceu.
Além de buscar a beatificação, a comunidade católica de Nereu Ramos pensa em investir no turismo religioso daquela região onde o padre está sepultado, que tem grandes belezas naturais, faz parte do roteiro italiano e tem uma das mais belas igrejas do País. “Como a igreja de Nereu só há duas no mundo. A outra é na Alemanha”, destacou o vereador.
O vereador Jaime Negherbon (PMDB) diz que não tem dúvidas de que o padre Aluísio poderá muito em breve ser beatificado e até reconhecido como santo. Ele disse que fez a primeira comunhão com o padre Aluísio e conhece o trabalho social e comunitário que ele desenvolveu quando ainda trabalhava na Barra. O presidente da Câmara, Jean Leutprecht (PC do B), sugeriu o envio de um ofício parabenizando a equipe que elaborou o trabalho de forma voluntária.

Jornalista responsável: Rosana Ritta – Registro profissional: SC 491/JP