no comments

ENXURRADA ESTÁ ACABANDO COM RUAS JÁ DANIFICADAS NO ÁGUAS CLARAS

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d77787-e5d2-8d9e.jpg[/img]
[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d77787-e5b2-8dc8.jpg[/img]
[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d77787-e580-041e.jpg[/img]

Após os temporais que assolaram Jaraguá do Sul na semana passada, o vereador Francisco Alves (PT) mostrou, na sessão da última terça-feira (30), imagens feitas em ruas dos bairros Ilha da Figueira, Boa Vista e Águas Claras. Também registrou fotos de casas que tiveram todos os cômodos tomados pela lama. O vídeo mostra ruas inclinadas, onde o acesso aos veículos está praticamente fechado. Segundo o vereador, as vias estão localizadas em loteamentos irregulares, que aguardam por soluções. “Aquelas localidades têm que ter atenção do Executivo. Não é por ser irregular que as pessoas devem ficar sem o apoio do poder público” desabafou.
O petista afirmou que já havia contatado a Prefeitura e que fez uma reunião com moradores e o secretário de Obras, Valdir Bordin. “Ele [Bordin] foi pessoalmente verificar a situação”, informou. Segundo ele, na terça máquinas já estavam trabalhando nas principais ruas do bairro Ilha da Figueira, pois sedimentos das ruas haviam sido levados pela água morro abaixo e invadido a pista.
Pediu o apoio dos vereadores da situação para que se fizesse pressão sobre o Executivo para a resolução do problema e apontou uma possível solução para a questão: fazer a pavimentação das vias principais dos bairros com concreto. “Isso vai evitar desgastes e gastos com macadamização e com o trabalho das máquinas”.
O líder de governo, vereador Ademar Possamai (DEM), disse que o problema na região da Ilha da Figueira não é só uma questão operacional, mas também técnica. “Eu estive lá no dia da chuva e o volume de água foi muito grande. Seria pior se aquele local fosse asfaltado”, acredita Possamai. “Em alguns casos, a natureza nos impede de agir”, ponderou. Ainda segundo o democrata, não há omissão aos problemas por parte da Prefeitura, mas as vezes a natureza é incontrolável.
O vereador Francisco explicou que não citou que havia omissão por parte do Executivo e que anteriormente citou o trabalho do secretário Valdir Bordin. Segundo ele, o problema não é causado somente pela falta de patrolamento e de asfaltamento, mas sim da falta de um sistema de escoamento que dê conta do volume de água. O democrata retrucou dizendo que uma das principais atividades do governo é a substituição das galerias e tubos. “Isso a gente não pode ver, a gente vê somente o que está acima da terra”.