no comments

COMISSÃO PROCESSANTE ESTENDE PRAZO À PREFEITA

O vereador Lorival Demathê (PMDB), presidente da Comissão Processante que investiga denúncia de improbidade administrativa contra a prefeita Cecília Konell, o marido dela e ex-secretário Ivo Konell e o procurador-geral do município, Volmir Elói, anunciou no final da tarde desta quarta-feira que vai conceder à prefeita uma prorrogação de prazo de sete dias para que ela entregue sua defesa, estendendo-o até o dia 14.
O prazo para a prefeita entregar sua defesa vencia nesta quarta-feira, 7, mas alegando um acidente caseiro e munida de atestado médico, a prefeita protocolou às 16h09 pedido de prorrogação de dez dias. Porém, segundo o presidente da comissão, após consultar os outros dois membros do grupo, o relator Justino Pereira da Luz (PT) e o vereador Jaime Negherbon (PMDB), eles chegaram ao consenso de que sete dias seria um prazo razoável. “A prefeita pediu dez, a comissão pensava em cinco. Então, optamos pela média”, destaca Demathê. O ofício informando a prefeita da decisão já foi redigido e deve ser entregue a ela nas próximas horas.
Os membros da comissão também adiaram a viagem que fariam a Florianópolis nesta quarta-feira, para buscar pessoalmente todos os processos que resultaram na condenação de Konell, quando prefeito, e que motivaram na representação contra ele, a prefeita e o procurador, sob a acusação de que ele teria se beneficiado de um programa de refinanciamento municipal para pagar uma multa aplicada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) há cerca de uma década.
Como os técnicos do TCE explicaram que a fila para atendimento era longa, a assessoria jurídica da Câmara requisitou o material via e-mail. Se o volume encontrado for muito grande, nova ida à Capital deve ser agendada nos próximos dias.

Jornalista responsável: Rosana Ritta – Registro profissional: SC 491/JP