no comments

Francisco Alves é eleito presidente por unanimidade

Recebendo os 11 votos possíveis, o vereador Francisco Alves foi eleito presidente da Câmara em sessão ordinária na noite desta terça-feira, 14. Destinada exclusivamente a eleição, como determina o Regimento Interno, o plenário também elegeu como vice-presidente o vereador Ademar Winter que, portanto, troca de função na Mesa Diretora com Alves.

Ambos haviam renunciado aos cargos na última semana, conforme acordo estabelecido no fim de 2011. A eleição, aberta e nominal, procedeu normalmente, levando cerca de 30 minutos, entre abertura e encerramento dos trabalhos da noite.  Alves e Winter completam o período do mandato, que encerra em dezembro, ficando automaticamente empossados.

vereador Francisco Alves (PT)

vereador Francisco Alves (PT)

O novo presidente agradeceu os votos recebidos pelos demais vereadores e a sua família, em especial sua mãe, Maria Alves, que no alto dos seus 84 anos assistiu a sessão. A eleição também foi prestigiada por representantes do Moconevi (Movimento da Consciência Negra do Vale do Itapocu) e do Partido dos Trabalhadores, entre os quais o presidente Riolando Petry e o suplente de vereador João Fiamoncini.

Alves citou nominalmente o vereador Ademar Winter, que renunciou a presidência em seu favor, e comentou da responsabilidade de conduzir a Casa e representar 140 mil habitantes. “Podem ter certeza que este vereador estará dando continuidade ao trabalho, e cumprindo o que a lei determina. O dia de hoje ficará marcado na história de Jaraguá do Sul, por ocasião que nesta cidade pela primeira vez o Partido dos Trabalhadores e pela primeira vez um negro assume a presidência da Câmara”, discursou.

O presidente também prometeu dar o melhor atendimento aos munícipes. “O tempo poderá até ser curto, como muitos comentaram, mas não insuficiente para com ética, seriedade, transparência, fazer com que a Câmara cumpra o verdadeiro papel de fiscalizador”, finalizou.

O vereador Ademar Possamai abriu as felicitações, comentando que, depois de ter se lançado à presidência, no ano passado, refletiu sobre a importância de Francisco Alves assumir o comando do Legislativo. “Achava justa a sua eleição e para de fato representar a etnia negra”, declarou, acrescentando que os negros tiveram participação importante na colonização da cidade.

“Imagino que seu sentimento deva ser de orgulho, não só pela sua pessoa, mas pelo que representa. Decidi que não seria justo interferir neste processo, até para não intervir no acordo firmado”, continuou, agradecendo a Ademar Winter a forma como conduziu os trabalhos à frente da Câmara.

A vereadora Natália também cumprimentou a mãe do vereador Francisco. “Quero parabeniza-lo pelo filho que tem, pela sua luta, seu trabalho, e desejar, neste pouco tempo que tem, sucesso na sua empreitada”.

Os vereadores Justino da Luz e Jean Leutprecht mencionaram a importância do Legislativo manter sua independência em relação ao Poder Executivo. “Parabenizar todos os vereadores que entenderam que é momento de harmonizar, até pelo período que estamos passando agora, um período eleitoral. E se fosse cumprido o que estava acordado no primeiro ano, Francisco já seria o presidente”, comentou Leutprecht.

O líder de governo, José Osório de Ávila, disse que Francisco Alves pode celebrar duas vitórias: a eleição em si e a presença da sua família. “Muitos não têm este privilégio. Este momento só aconteceu porque temos um homem de caráter, que honra a palavra, que tenho orgulho de ter como amigo, o Ademar Winter. Quero desejar sucesso a vossa excelência. Tenho certeza que o senhor vai fazer um belo trabalho, como todos que passaram aqui. É orgulho para todos nós termos o senhor como presidente desta Casa”, enalteceu.