no comments

Instituto Jourdan apresenta procedimentos para revisão do Plano Diretor

O Instituto Jourdan apresentou na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, na sessão desta quinta-feira, 14, o cronograma e a metodologia relacionados à revisão da Lei Complementar nº65/2007, denominada Plano Diretor de Organização Físico-Territorial. Esta lei, instituída em 2007, deve ser revisada a cada dez anos, portanto 2017 é a data limite para isso. O presidente do Instituto, Ronaldo Lima, explicou que, mesmo tendo prazo até a metade do próximo ano, a intenção é protocolar o projeto de revisão até o final de 2016 para que haja folga e tenha-se tempo hábil para qualquer imprevisto.

A arquiteta e urbanista, Lizziane Volkmann, foi responsável por demonstrar os dados sobre o trabalho que será feito para a execução do projeto. Ela explicou que a revisão está na etapa de Leituras Comunitárias, quando a comunidade, associações, entidades representativas têm a oportunidade de ajudar no trabalho com sugestões. É nesta etapa que ocorre a Consulta Pública, que vai até o dia 15 de junho de 2016. Nela, qualquer pessoa poderá oferecer sua contribuição através de formulários disponíveis na Prefeitura e no site do Instituto Jourdan: http://www.jourdan.org.br/planodiretor. Os formulários devem ser entregue no setor de Protocolo da Administração Municipal.

Ainda nesta etapa há a realização de oficinas preparatórias em nove regiões do município e que englobarão todos os bairros. Nessas atividades, os representantes do Instituto terão uma conversa com os moradores para explicar como essa revisão será feita e o que pode mudar. Além disso, ouvirão as reivindicações e propostas que a população trará para o projeto.

A primeira oficina preparatória acontecerá no salão da igreja São João Batista na terça-feira, 19 de abril, às 19h e vai abranger os bairros Três Rios do Norte, Santa Luzia, João Pessoa e Vila Chartres.

O vereador João Fiamoncini ressaltou a importância da participação popular e lembrou que era presidente de associação de bairro quando a implantação do Plano Diretor foi debatida.

“Agora como vereador e com a experiência de legislador já posso ver de outra forma. Acho que tem que mobilizar a população e a discussão tem que ser ampla”, salientou.

Veja o cronograma de oficinas:

CRONOGRAMA_OFICINAS Jourdan