no comments

Mais de 350 reivindicações apresentadas pelos alunos em 2011

A sessão desta terça-feira, 8, marcou a última presença dos alunos participantes do Projeto Câmara.Com Você na Câmara em 2011. Com a reunião iniciando às 19 horas justamente para permitir a participação, estiveram presentes os estudantes das escolas Duarte Magalhães, João Romário Moreira e Elza Granzotto Ferraz.

Como de regra, eles apresentaram suas reivindicações, parte delas transformadas em indicações, aprovadas pelos vereadores que as subscrevem na noite de ontem. Mas o debate foi além do teor das proposições.

Os vereadores aproveitaram para fazer um balanço do projeto e informar algumas das regras do Legislativo. Foi o que fez, por exemplo, o vereador Ademar Possamai, ao explicar que o presidente só vota em caso de empate ou em matérias específicas, que exigem maioria absoluta de votos.

“As indicações são uma forma desta Casa referendar a vontade do povo. Muitos acreditam na influência dos vereadores junto ao Executivo, mas querem que demos preferência em alguns casos, como na saúde e na pavimentação de ruas”, comentou o vereador Amarildo Sarti, acrescentando que as ações não depende somente da vontade dos vereadores, mas de uma série de fatores de ordem econômica e até de consenso da comunidade. “E muitas vezes somos colocados a prova de forma dura, no sentido de que chegam muitas críticas aos vereadores de que não querem fazer as coisas. Mas não é assim”, concluiu.

Autora da lei que instituiu o projeto, referendada por todos os vereadores, Natália Lúcia Petry apresentou os números da edição deste ano. Segundo ela, estiveram envolvidos cerca de 1200 alunos de 21 escolas das redes estadual e particular de ensino. Ao todo, foram 352 reivindicações apresentadas, das quais 220 já estavam consolidadas com indicações feitas pelos vereadores, e as 132 restantes também foram transformadas em pedidos oficiais.

vereadora Natália Lúcia Petry (PMDB)

vereadora Natália Lúcia Petry (PMDB)

Natália destacou a função representativa do vereador, que não faz obras, mas é o elo entre a comunidade e o Legislativo. Para ela, o Câmara. Com Você só ajuda a reforçar este papel, mesmo porque não haveria condições de todo munícipe recorrer diretamente às secretarias na Prefeitura. “O projeto superou nossas expectativas. Isto que dizer que num futuro próximo, se o projeto continuar, todos os cidadãos que passam pela escola terão oportunidade de conhecer sobre o Legislativo, o Executivo e o Judiciário”, disse, agradecendo aos alunos, professores, direção das escolas e a equipe do projeto.

O vereador Afonso Piazera Neto fez um apelo aos alunos, que lotaram o plenário da Câmara, no sentido de que participem mais cedo da vida política. “O coroamento deste programa é vocês se unirem, conversarem através das redes sociais, para começar a participar da vida política do nosso município. A hora é agora”, disse.

Para Francisco Alves, o projeto desempenha papel preponderante ao esclarecer a real função dos vereadores. Comentou que ano que vem haverá eleições e que é preciso ter cuidado com falsas promessas. “Nós estamos abonando um crédito para que as coisas ocorram, mas mesmo sendo Executivo nem tudo é possível de ser feito”, afirmou, acrescentando que muitas indicações foram assinadas por todos os vereadores, independente de partido político. Ele também sugeriu aos estudantes que se insiram nos movimentos sociais.