no comments

Plenário rejeita venda de ações do município

O plenário da Câmara rejeitou iniciativa da prefeita Cecília Konell pela venda de ações de propriedade do município. O projeto de lei tramitava na Câmara desde o mês de agosto e foi incluído na pauta da sessão de ontem, 18, a pedido do vereador Jean Leutprecht, para quem não se justifica tal medida em final de mandato.
O texto pretendia a venda de ações das empresas Brasil Telecom, Tim Participações e Embratel participações, “a preço de mercado, em qualquer das Bolsas de Valores do país”.
Para o vereador Ademar Possamai, é pouco oportuno fazer a venda de ações, com valor significativo, neste período do ano, quando costumeiramente o mercado financeiro apresenta certa letargia. Na avaliação dele, a permanência das ações de posse do município permitirá um faturamento posterior mais significativo.
O projeto de lei recebeu votos contrários dos vereadores Ademar Possamai, Celestino Klinkoski, Jaime Negherbon, Jean Leutprecht, Justino da Luz e Natália Lúcia Petry. Votaram favoráveis Amarildo Sarti, Ademar Winter, Lorival Demathê e José Osório de Ávila.