no comments

Prefeitura recebe R$ 1 milhão do Programa Segundo Tempo

vereador Jean Leutprecht (PCdoB)

vereador Jean Leutprecht (PCdoB)

O Ministério dos Esportes depositou na conta da Prefeitura de Jaraguá do Sul a soma de R$ 1.021.453,00 no último dia 9. Os recursos são referentes ao Programa Segundo Tempo, que na gestão anterior do município era chamado PEC (Programa Esporte e Cidadania).

O anúncio foi feito na sessão desta terça-feira, 30, pelo vereador Jean Leutprecht, ex-presidente da Fundação Municipal de Esportes. Ele estava de posse do comprovante de pagamento feito pelo governo federal, que recebeu na última sexta-feira, 26, e entregou ao líder de governo, José Osório de Ávila.

O depósito do recurso na conta do município, disse Leutprecht, comprova que as denúncias feitas contra ele na gestão e realização do programa são infundadas. “Um convênio não é renovado se não teve a prestação realizada, as contas aprovadas, e os trabalhos conforme manda a legislação”, afirmou.

Conforme o vereador, com este dinheiro o município deverá retomar o programa, que inclusive faz parte do plano de governo da atual administração. “Só tem um problema. Ele (o programa) dá trabalho. Tem que tirar o traseiro da cadeira, coisa que ainda não vi acontecer em alguns setores da Prefeitura”, comentou.

Na tribuna, Leutprecht fez um retrospecto do programa, que começou a ser desenvolvido no ano de 2005 com recursos próprios, posteriormente envolvendo parcerias com o Sesi e o governo federal. “E que nesta administração, estamos há dois anos e oito meses e não aconteceu. E durante todo esse período fomos alvo de críticas, de suspeitas, tudo isso por ter feito um grande trabalho”, disse, refutando abordagens na imprensa com afirmações de que o convênio com o governo federal não foi renovado por falta da prestação de contas. E que os alunos eram fantasmas.

“Acho que fantasma é este tal do PSD. Coincidentemente o gestor esta lá (na Prefeitura)”, disse, rebatendo outra afirmação de que a administração fez uma denúncia à Polícia Federal.  “Fizeram um boletim de ocorrência na Delegacia, porque este vereador cobrou nesta tribuna”, lembrou.

Leutprecht lamenta tal situação, “que não é um prejuízo para mim, são para seis mil crianças, com endereço, pai e mãe, todos os dados”. “Pena que nossa comunidade é muito pacata, e não vai pra rua cobrar as coisas que esta administração colocou no plano de governo e não está cumprindo”. O vereador disse, ainda, que vai protocolar denúncia ao Tribunal de Contas do Estado por conta do extravio de documentos da Fundação. “É responsabilidade do administrador público a guarda destes documentos, independente da administração”.

O Programa

O PEC (Programa Esporte e Cidadania) foi criado em Jaraguá do Sul no ano de 2005. Atendia a mais de seis mil crianças, na faixa dos oito anos 15 anos, com objetivo de oportunizar atividade física regular e de qualidade. Eram 25 núcleos, que ofereciam as mais variadas modalidades esportivas. Envolvia 25 profissionais de educação física enquanto coordenadores de núcleo e mais 50 acadêmicos de educação física como monitores de núcleo.

As crianças atendidas recebiam reforço alimentar e uniforme, assim como os professores, além de material esportivo de qualidade e em quantidade. As aulas/treinos eram todas planejadas. Os alunos participavam de eventos (festivais) durante o ano. O programa proporcionava a aproximação com as famílias.

Parcerias foram construídas com o Sesi – Atleta do Futuro – e com a Faculdade Jangada.