Após novo caso de violência, vereadores voltam a cobrar câmeras de vigilância na área rural

Os vereadores de Jaraguá do Sul voltaram a pedir a instalação de câmeras de monitoramento nas regiões rurais do município na sessão desta terça-feira (19). Eugênio Juraszek (PP) cobrou a colocação de uma câmera no Garibaldi, próximo à rotatória da comunidade Santo Estevão. Para ele, os moradores do interior ainda estão muito desassistidos e, por isso, acabam sendo alvos para os bandidos. Ele lembrou do caso que ocorreu na madrugada do último domingo quando um homem de 27 anos foi morto pela Polícia Militar após apontar uma arma contra os PMs. O sujeito tinha 28 boletins de ocorrência em seu nome e foi morto nas proximidades do Garibaldi.

Jackson de Avila (MDB) fez coro ao vereador e afirmou que é preciso investir em tecnologia para combater a criminalidade. Ele propôs fazer uma moção de apelo para sensibilizar o Governo do Estado a comprar câmeras de vigilância para ajudar a Polícia Militar no patrulhamento ostensivo.

Marcelindo Gruner (PTB) deu como testemunho a mudança que aconteceu no bairro Rio Molha após a instalação de um equipamento em novembro do ano passado. Ele relata que por um bom tempo o local ficou sem câmeras de monitoramento nas ruas, mas que, depois da colocação de câmeras, atualmente até mesmo os crimes de menor gravidade foram coibidos e hoje em dia a comunidade dorme mais tranquila. Ele reafirmou a reclamação de Juraszek salientando que as áreas rurais do município estão inseguras, pois não há efetivo militar suficiente para repreender toda a bandidagem, situação que pode ser solucionada com o uso da tecnologia.

 

Link da sessão: https://youtu.be/HQJtoDreBSc?t=1299