Consultor da Amvali apresenta análise tributária da região no Legislativo

O consultor da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali), Mateus Silvestrin, apresentou aos vereadores de Jaraguá do Sul um panorama do momento econômico e tributário dos municípios da região. O requerimento para sua participação foi do vereador Anderson Kassner (PP) que destacou o papel importante que a Associação desempenha na região, ajudando as prefeituras a recuperarem cerca de 30 milhões reais em tributos federais e estaduais. O parlamentar adverte que, se não fosse por esse trabalho, os municípios não teriam esse dinheiro para investir em setores como saúde e educação.

Silvestrin afirmou que a região da Amvali, com cerca de 12 a 13 mil empresas, é muito forte economicamente nas quatro áreas mais importantes da economia: agricultura, indústria, comércio e serviço. Ele deu como exemplo o ano base de 2016 em que a região produziu, em valor adicionado*, R$ 9 bilhões. Isso representou 5,11% do valor adicionado de tudo o que foi produzido em Santa Catarina naquele ano. Se levarmos em consideração apenas Jaraguá do Sul, o valor adicionado foi de 5,5 bilhões de reais. Desse montante, 74,51% representa o setor de indústrias, 19,37% o de comércio, 5,51% o de serviços e 0,61% o da agricultura. No decorrer da apresentação, o tema sobre as obras de acesso nas rodovias da região voltou à pauta. Para o consultor, esse é um problema que a região ainda precisa resolver e isso, segundo ele, deve vir da força política dos municípios.

 

*Valor adicionado é a diferença entre o valor das mercadorias saídas de uma empresa acrescida do valor das prestações de serviços e o valor das mercadorias e serviços recebidos pela mesma empresa.