Projeto proíbe criação de abelhas com ferrão em áreas de maior concentração urbana

 Projeto proíbe criação de abelhas com ferrão em áreas de maior concentração urbana

Os vereadores aprovaram, em segundo turno de votação, nesta quinta-feira (10), o PLC n° 24/2019, do Executivo que alterar dispositivos do Código de Posturas do Município, com a finalidade de proibir a criação de abelhas com ferrão nos locais de maior concentração urbana. A proibição em questão trata, somente, das espécies que possuem ferrão, sendo que as demais espécies, que não possuem ferrão, poderão ser cultivadas, visto que não apresentam riscos à comunidade. Classificadas como insetos sociais, as abelhas vivem em grandes comunidades, podendo ser encontradas nos mais diversos lugares, como em tocos de árvores, em buracos nos barrancos e pedras, em cupinzeiros desocupados, ou em locais que as protejam dos perigos. Da mesma forma, podem viver em colmeias, caixas de madeira cuidadosamente construídas, respeitando-se todo um espaço interno. Entre as vantagens da criação/multiplicação das abelhas sem ferrão, encontram-se: a preservação da fauna e flora (biodiversidade), fácil multiplicação de enxames, entre outros.

A proposição segue, agora, para sanção do prefeito.