no comments

NOTAS DA CÂMARA – Conserto de rede pluvial, construção do PEV e aplicativo na Prefeitura

Estes foram alguns dos assuntos abordados pelos vereadores de Jaraguá do Sul na sessão ordinária desta quinta-feira (27).

 

70 ANOS DE CASADOS

O vereador Isair Moser prestou uma homenagem aos seus pais, Ana Cristofolini e Tercílio Moser, com 92 e 95 anos de idade, respectivamente. O casal completou nesta quarta-feira (26) setenta anos de casados. Os dois nasceram e conheceram-se na cidade de Rodeio em Santa Catarina, porém se casaram em Massaranduba, em 1947. “Hoje eles têm 11 filhos, 27 netos e 24 bisnetos, além de uma linda história de fé, muito trabalho, amor e respeito”, exaltou. Todos os demais vereadores também parabenizaram o casal pela data.

 

141 ANOS DE JARAGUÁ DO SUL

Os parlamentares jaraguaenses também parabenizaram a cidade pelos 141 de história completados neste último dia 25 de julho. Marcelindo Gruner ressaltou a boa participação da população nas festividades e no desfile das entidades na Rua Walter Marquardt. Jaime Negherbon parabenizou os jaraguaenses que nasceram ou que, como ele, adotaram a cidade para viver. Anderson Kassner afirmou que “a cidade são as pessoas, por isso o povo de Jaraguá do Sul tem que ser festejado por tudo que faz pelo município”.

 

DIA DO AGRICULTOR

Marcelindo Gruner e Celestino Klinkoski também celebraram o Dia do Agricultor, comemorado em 28 de julho. Gruner salientou que a categoria é quem ainda mantém o país em pé diante da crise financeira. “Se não fosse o agricultor, o Brasil já estaria quebrado. Essa categoria coloca o pão na nossa mesa todos os dias, por isso temos que dar incentivos a ela”, advertiu.

Klinkoski lembrou que a data foi criada em 1960, ano em que foi criado o Ministério da Agricultura na administração de Juscelino Kubitschek.

 

DNIT CONSERTA REDE PLUVIAL

Pedro Garcia subiu à tribuna para agradecer ao Dnit pelo conserto de uma rede de esgoto na BR-280, entre os bairros Nereu Ramos e Ribeirão Cavalo. Garcia relatou que por diversas vezes a água da chuva passou por cima da pista e também causou danos em algumas residências da localidade. O problema dava-se por falta de vazão na drenagem. “Nós pedimos que o Dnit resolvesse essa questão e eles sensibilizaram-se e implantaram novos bueiros no local. Esses bueiros são de metal e são maiores que os antigos. Além dos novos bueiros, o Dnit também fez novas baias para os pontos de ônibus que ficam no decorrer da BR-280”, expôs Garcia.

 

CONSTRUÇÃO DO PEV

Celestino Klinkoski avisou que as obras do Ponto de Entrega Voluntária (PEV) começaram nesta quinta-feira (27). De responsabilidade da Fundação Municipal do Meio Ambiente, o PEV será o local onde a população poderá descartar materiais como móveis usados, equipamentos eletrônicos, pilhas e baterias. Klinkoski ressaltou que essa iniciativa do Fujama vai ser fundamental na preservação do meio ambiente do município, evitando que esses materiais afetem rios e lençóis freáticos.

 

REUNIÃO COM RECICLADORES

Arlindo Rincos avisou aos demais parlamentares que fará uma reunião com representantes dos profissionais que fazem a coleta de material reciclável em Jaraguá do Sul. A intenção é rediscutir maneiras de melhorar a coleta desse material na cidade. Segundo Rincos, os representantes pretendem apresentar um projeto que pode render uma economia de mais de R$ 5 milhões para a Prefeitura. A reunião será no dia 3 de agosto, próxima quinta-feira à tarde.

 

APLICATIVO NA PREFEITURA

Anderson Kassner lembrou de uma ideia proposta pelo vereador Jackson de Ávila sobre um aplicativo que permita que os habitantes da cidade falem diretamente com a Administração Municipal. Pensando nisso, Kassner apresentou o aplicativo Colab.re, usado por algumas prefeituras – incluindo Araquari no litoral de Santa Catarina – para aproximar a população do poder público. O aplicativo serve para o cidadão denunciar, dar sugestões, avaliar serviços entre outras funções. O parlamentar alertou que esse aplicativo é mais eficiente do que o telefone disponibilizado atualmente pela Prefeitura. “De forma rápida e fácil o munícipe fala diretamente com a Administração. E o melhor, não tem custos para os cofres públicos”, salientou.

Jackson de Ávila parabenizou a iniciativa e afirmou que esse aplicativo pode diminuir a quantidade de indicações que os vereadores fazem para o Executivo. Para ele, isso evitaria mais desgaste entre os agentes públicos.

Marcelindo Gruner corroborou a ideia e a possibilidade que os cidadãos terão de entrar em contato direto com o poder público. Gruner acha que o aplicativo dará mais agilidade a essas demandas.