no comments

Ilha da Figueira terá conjunto habitacional

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/img4ced536a9f82e.jpg[/img]Ilha da Figueira terá conjunto habitacional

O bairro Ilha da Figueira receberá um conjunto habitacional que beneficiará pelo menos 96 famílias cadastradas no Plano Habitacional da Secretaria da Habitação e Regularização Fundiária. O projeto foi aprovado na sessão itinerante ocorrida na noite de ontem, na Escola Lilia Ayroso Oechsler, neste bairro.

O texto autoriza o município a alienar uma área de 7.918,12 metros quadrados, localizada na Rua João Bachmann, pelo valor de R$ 750 mil. A escrituração e o pagamento do imóvel, segundo o artigo 3º, deverão ser efetuados em até 180 dias após a publicação da lei.

A proposta foi incluída na pauta a pedido do vereador Francisco Alves, que reside no bairro. Ele informou que as unidades são destinadas a famílias com renda de três a seis salários mínimos. Mas lembrou que o Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, contempla famílias com renda de zero a seis salários mínimos, com cadastro permanente junto a Secretaria Municipal de Habitação.

Por ter sido protocolado em regime de urgência, o projeto foi aprovado em votação única, com nove votos favoráveis, seguindo para sanção da prefeita Cecília Konell. O líder de governo, Ademar Possamai (DEM), agradeceu a agilidade das comissões em exarar os pareceres– a proposta deu entrada na Casa no último dia 11.

Espaço para levantar necessidades

A sessão itinerante foi prestigiada por alunos, representantes da Anfeb – Associação Nacional dos Veteranos da Feb e das associações de moradores da Ilha da Figueira, Águas Claras e Boa Vista. Os presidentes tiveram espaço na tribuna para relatar as reivindicações da comunidade.

O presidente Luiz Carlos Markiewicz lembrou que o Águas Claras não conta com escola, creche e área de lazer. Pediu também a interferência dos vereadores para o asfaltamento da rua que leva o nome do bairro, e que dá acesso ao Boa Vista. Já o tesoureiro da Associação de Moradores da Ilha da Figueira, Leonardo Gonçalves, destacou a regularização do Loteamento Divinópolis e a preocupação com o tráfego após o término da ponte. Também citou o projeto de construção da sede própria da entidade.

Homenagem

A Câmara de Vereadores prestou homenagem às famílias da professora Lilia Ayroso Oechsler (in memorian) e Leonida Danker. Lilia, que esteve representada pelo marido, Albrecht Oechsler, mudou-se para a Ilha da Figueira em 1939, onde lecionou por mais de 30 anos, inclusive depois da aposentada.

Já a família de dona Leonida foi a responsável pela doação do terreno onde foi construída a escola. Após um vídeo produzido pela TV Câmara sobre a história da Ilha da Figueira, o grupo Pequenos Vencedores, que é do bairro, fez uma apresentação.

A presidente Natália Petry citou as principais famílias que colonizaram o bairro, a economia, iniciando pela agricultura familiar, os engenhos de farinha e cana, chegando aos dias de hoje, com um comércio fortalecido e empresas.