no comments

ZÉ DA FARMÁCIA VOLTA AO BAIRRO AMIZADE

[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d7778c-e855-598e.jpg[/img]
[img align=left]http://www.jaraguadosul.sc.leg.br/uploads/thumbs/c8d7778c-e82e-7475.jpg[/img]

“O vereador José Osorio de Avila, o popular “Zé da Farmácia”, do DEMOCRATAS, voltou a visitar na segunda-feira (23 de março) o loteamento Gadtke, no bairro Amizade, onde os moradores sofrem com a enchente a cada chuva. Foi pela segunda vez em uma semana que o vereador esteve no bairro depois da sessão itinerante da Câmara realizada no dia 17 na Sociedade Amizade. E constatou que o principal problema naquela região é mesmo a falta de tubulação adequada para o escoamento da água da chuva.
Nas duas visitas no mesmo local, o vereador esteve acompanhado pelos moradores Juarez Vittorazzi de Sousa e Eliomar Klein, que fizeram questão de mostrar cada ponto que apresentam problemas. Eliomar mora na rua 169, uma lateral da Tenente Hugo Alves Garcia, há cerca de 15 anos. Como um dos primeiros moradores da região, ele conta que sua rua era uns sete metros mais alta que as outras, mas os aterros que foram feitos ao redor para as construções de outros loteamentos fizeram com que a rua fosse gradativamente sendo rebaixada. Hoje ela é a primeira a ser tomada pela água.
O próprio Eliomar teve que construir uma rampa em frente a sua casa, para evitar que a água invada sua propriedade, como já aconteceu em outras ocasiões. “Por pouco, não perdi meu filho pequeno”, conta.
O vereador Zé da Farmácia, conforme já havia anunciado na sessão do dia 19, pretende fazer indicações e buscar junto à Prefeitura soluções para este problema. Entre as indicações que ele deve apresentar está a canalização do rio da rua, Francisco Dutra, na esquina com a entrada da Cohab da Prefeitura, pois a tubulação de 2 metros de diâmetro não é suficiente para dar vazão à água. Outro problema está na rua de nº 169, onde entulhos e mato tomaram conta da tubulação, que está difícil de encontrá-la.
Na rua Expedicionário Ewaldo Schwarz, em frente ao Mercado Popular, o tubo não acompanha o curso do córrego, sem falar que uma ligação da Samae atravessa esta tubulação. As casas construídas na margem do córrego também impedem que o mesmo seja alargado.
O vereador anotou as indicações que devem ser encaminhadas. Outras indicações referentes ao bairro já haviam sido aprovadas na sessão itinerante. O próprio presidente da Câmara, o vereador Jean Leutprecht (PC do B), já tinha entre as indicações aprovadas na sessão itinerante o pedido de troca de tubulação por uma galeria na rua Ewaldo Schwarz, em frente à área de lazer, e na rua Francisco Dutra.
Outra preocupação dos moradores do bairro é a falta de acostamento na rua Roberto Ziemann, entre a empresa Moldemaq e a Escola Max Schubert, que tem mais de 500 alunos. Ainda na tarde de terça-feira, enquanto o vereador e a equipe de reportagem visitava a região, a Polícia Militar fazia uma blitz no local. O sargento Marchiori observou que a falta de acostamento é mesmo um problema grave e que coloca em risco a vida dos pedestres, que têm que caminhar por uma estreita faixa de terra tomada pelo mato. Por isso, ele pede muita tranquilidade e atenção aos motoristas que trafegam por aquele local.

FALTA CARNÊ DO IPTU
O vereador Zé da Farmácia pretende estimular uma organização entre os moradores do loteamento Gadtke e a associação de moradores do bairro, para que os mesmos possam conseguir seus carnês do IPTU. Como a uma pendência judicial da proprietária do loteamento, os proprietários dos lotes não recebem carnês de IPTU. E eles não querem seguir a orientação de pagar o imposto para a proprietária da área, pois não sabem se a mesma efetuará o pagamento, já que a dívida dela com a Prefeitura ultrapassa os R$ 30 mil.

Nas fotos, o morador Eliomar mostra a rampa e onde a água atingiu sua casa. Em outro momento, o vereador Zé da Farmácia, de branco, com o morador Juarez no córrego que precisa ser canalizado.

Jornalista responsável: Rosana Ritta – Registro profissional: SC 491/JP