Jaraguá tem potencial de R$ 15 milhões em captação por renúncia fiscal, frisa gerente do SESI/SENAI

O gerente executivo regional do SESI/SENAI, Jefferson Galdino, participou da sessão dessa quinta-feira (10) na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul. Ele explanou sobre os trabalhos realizados pelas instituições na região e os projetos em andamento. Ele explicou que atualmente o Sistema S tem desenvolvido um foco na qualidade de vida da população com a criação de programas em saúde. Como exemplo, ele deu o Med SESI, projeto pioneiro no Brasil que está sendo desenvolvido em Jaraguá e que foca na atenção primária. Segundo o gerente, 85% dos casos de complicações em saúde poderiam ser resolvidos na atenção primária. Ele ressalta que num estado economicamente forte as pessoas têm mais qualidade de vida. “Não existe empresa saudável numa cidade que não é saudável”, alerta.

O vereador Anderson Kassner (PP), autor do requerimento para participação de Galdino na sessão, indagou o gerente sobre a forma de o SESI/SENAI ajudar o município na captação de recursos para o Fundo da Infância e da Adolescência (FIA). Ele faz referência aos mais de R$ 2 milhões aprovados pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente que vão fomentar projetos voltados aos jovens do município.

O gestor afirmou que a entidade criou um fundo social para captar recursos através da renúncia de impostos federais e ajudar o município nesses projetos sociais. Segundo ele, Jaraguá do Sul tem um potencial de R$ 15 milhões de arrecadação em renúncia fiscal, mas que atualmente só consegue R$ 4 milhões. Galdino salienta que o trabalho é de conscientização dos gestores de empresas jaraguaenses para que a informação chegue a eles e sensibilizem os que têm condições de doar.

 

Link da sessão: https://www.youtube.com/watch?v=i4MJLY6tZ7c&t=5062s