Presidente lamenta rejeição do Código de Ética da Câmara de Vereadores

Presidente lamenta rejeição do Código de Ética da Câmara de Vereadores

Na sessão desta quinta-feira (14), o presidente da Câmara, Marcelindo Carlos Gruner usou a tribuna para mencionar a não aprovação do Código de Ética da Câmara de Vereadores. O Projeto de Resolução nº 18/2019, nem chegou a ser votado na sessão da terça-feira (12), pois o Projeto de Emenda à Lei Orgânica – que o incluiria na LOM – não obteve os votos necessários. Gruner lamentou mais uma vez este encaminhamento, dizendo que muitos parlamentares estão mais preocupados em se preservar do que preservar a instituição “Câmara de Vereadores”. “Perdemos uma grande oportunidade de dar um retorno à comunidade. Mas ano que vem quero voltar com esta proposta ao plenário”, avisou.

Ademar Braz Winter (PSDB) e Ronaldo Magal (PSD), reafirmaram não concordar com a proposta. “Todo vereador tem ética, não precisamos de código”, disse Winter. Isair Moser (PSDB), disse que é favorável ao Código de Ética, porém, que seja elaborado sem a necessidade de tantas alterações. “Que o código de ética já saia sem a necessidade de tantas emendas”, pontuou.